Alopecia e suas Causas



Oi gente linda!!!

Ando muito enrolada ultimamente, por esse motivo, tenho estado tão ausente. Mas creio que até o início do ano, entro em sintonia com os ponteiros do relógio.

Bom gente, hoje vou falar um pouco sobre um tema, não muito agradável, mais acredito, ser muito importante ficar-mos mais atentos, quando se trata de uma doença que acomete tanto homens, quanto mulheres.


Imagino que muitos de vocês já tenham ouvido sobre a Alopécia, e suas causas.

Alopécia é redução parcial ou total de pelos em uma determinada área da pele. E apresenta várias causas, podendo ter até, uma evolução progressiva, resolução espontânea, ou controlada com tratamento médico.
É chamada de Alopecia Universal, quando afeta todos os pelos do corpo.



Suas causas:

Androgenético; é a causa mais frequente de Alopecia entre homens, mas também afeta mulheres, começa a se manifestar entre a puberdade e a vida adulta, como o próprio nome diz, é uma associação de fatores genéticos, com o hormônio sexual masculino.

Areata; relacionada especialmente a fatores autoimunes , e seu agravamento é influenciado pelo emocional. É caracterizada pela perda rápida, parcial ou total de pelos, em uma ou mais áreas do couro cabeludo, ou em áreas como, barba, sobrancelhas, e etc. O renascimento dos pelos pode ocorrer em alguns meses, mas, há alguns casos em que a doença progride, podendo atingir todo o couro cabeludo, (alopecia total) ou todo o corpo, (alopecia universal).

Congênita; ligada a fatores hereditários, com ausência total ou parcial, desde o nascimento.

Traumática; que tem origens em contusões ou lesões do couro cabeludo.

Neurótica; também chamada de tricotilomania, onde o indivíduo arranca os próprios cabelos, conscientemente, ou não.

Secundária ou Medicamentosa, aparece após algum distúrbio interno dos órgãos, doenças, infecções, medicamentos.

Seborreica, a dermatite seborreica do couro cabeludo é um distúrbio muito comum, pode ser observado escamação, coceira e eritema. É uma doença que raramente determina uma redução significativa dos cabelos.

Eflúvio; também chamada de deflúvio, é a causa mais comum de perda de cabelos entre as mulheres, consiste na quebra harmoniosa do ciclo de vida capilar, tem várias causas, e quase sempre responde muito bem aos tratamentos médicos.

Dieta pobre em ferro; dietas que cortam o uso de carnes vermelhas, e vegetais, pode deixar a mulher com a carência  de ferro no organismo, com isso o oxigênio não chegará em quantidade suficiente, fazendo com que os fios nasçam enfraquecidos.

Alérgica; pessoas alérgicas a glúten do trigo e a lactose ou caseína do leite de vaca, são os mais propensos a terem calvície.



A alopecia de uma forma geral, e em especial a alopecia androgênica, forma mais comum de perda de cabelo, é mais comum em homens que em mulheres. Chega a afetar cerca de 50% a 80% dos homens, tem evolução progressiva com a idade. Tem prevalência diferente entre as várias etnias. 
A frequência nas mulheres, gira em torno de 20% a 40% e ocorre na terceira e quinta década de vida, quando então estaciona.

O primeiro passo no tratamento é definir qual a sua causa. Existem diversas modalidades médicas para lidar com essa causa; soluções capilares, massoterapia, vitaminas e xampus especiais.


Gostaria de deixar em evidência que, a publicação desse texto implica simplesmente sobre uma causa que poucos de nós conhecemos. Mas que também não é por uma "simples queda" de cabelo, que você deve entrar em desespero, sem antes fazer uma análise direta com um profissional, ok.


Gente, agradeço o carinho e atenção de vocês, e peço que comentem caso conheçam ou não sobre esse assunto.

Deixo um beijo á todos que aqui estiveram👄



Comentários
13 Comentários

13 comentários:

  1. Nossa eu não conhecia, super útil seu post.

    ResponderExcluir
  2. Nossa, eu não sabia que tinha tantas causas assim, deve ser horrível ter isso, qnd meu cabelo começa a ter mais queda já fico com medo rsrs ótimo post. Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Rsrs... eu também fico bastante apreensiva Suzi, acho que sempre ficamos.
      Beijos

      Excluir
  3. Angela não tinha ouvido falar na Alopecia nem imaginava o que era, é uma doença que pode afetar mulher ou homem, muito bom o seu post com informações importantes, é sempre bom a gente ficar sabendo desse assunto, bjs.

    ResponderExcluir
  4. Eu ainda não tinha ouvido falar dessa doença, pelo menos não pelo meno. Mas é realmente algo sério, as informações são sempre muito importantes, ajudam as pessoas a se prevenirem ou assim que manifestarem algum sintoma, corra ao médico fazer os devidos exames.

    Beijos
    Fran
    Achei e Rabisquei

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Rsrs, entendi Fran. É sempre bom compartilhar sobre algo que aprendemos, pois quanto mais pessoas informarem, maior quantidade terá acesso não é mesmo. Obrigada, e super beijo.

      Excluir
  5. Tão difícil isso para a mulher, né?
    Tem caso leve, mas outros só com peruca mesmo...

    ResponderExcluir
  6. Olá,amiga!!
    Que interessante!
    Eu já tinha escutado falar dessa doença, mas não sabia tão afundo como você explicou.Seu sobre essa post está completo e bem instrutivo.
    É um alerta para todos doença.Bjsss

    ResponderExcluir
  7. Eu tive uma queda acentuada de cabelo por motivos emocionais, tive depressão, e aí isso aconteceu, foi horrível, era uma sensação muito ruim ver teu cabelo caindo mesmo sem tu tocar nele, mas graças a Deus foi resolvido o problema ... Muito boas as informações que tu nos passou ...

    Bjos
    Minda ❤ 💋

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nooosa, deve ser uma sensação muito ruim mesmo. Eu tenho uma queda considerável, e fico super preocupada, ninguém se imagina tendo um problema desses né.
      Beijinhos Minda, e obrigada.

      Excluir
  8. Nossa, que bacana. Eu não conhecia muito sobre a "doença". Parabéns pelo post, muito enriquecedor.

    Super beijo😘

    ResponderExcluir

Muito obrigada por comentar, você será sempre bem vindo!